Sistema eletrônico por senha agiliza atendimento no Hospital de Santa Maria, no Rio Grande do Sul

Após a organização das salas dos ambulatórios e a marcação das consultas agendadas por blocos de horários, o Hospital Universitário de Santa Maria, vinculado à Rede Ebserh e à Universidade Federal de Santa Maria (UFMS), passou a oferecer cerca de 22 mil consultas ambulatoriais mês. Com tantos pacientes circulando no hospital, foi preciso adotar uma estratégia para organizar as filas e dar agilidade ao atendimento de todas essas pessoas, que se deslocam, diariamente, de 45 municípios da região para tratamento de saúde.

Para isso, no início de maio, foi instalado o sistema de gerenciamento eletrônico por senhas, na Central de Marcação de Consultas. O Sistema de Gerenciamento do Atendimento (SGA) gerencia filas e fluxos por meio da emissão de senhas e chamada por meio de painéis eletrônicos. Dessa forma, o paciente chega na portaria principal do HUSM, se dirige ao guichê de atendimento, informa o que veio fazer no hospital e recebe a senha correspondente. Com ela em mãos, senta e aguarda a chamada no monitor instalado.

No monitor é possível verificar a lista das senhas que já foram chamadas, a fim de facilitar ao paciente o acompanhamento e evolução. No total são 10 guichês de atendimento, sendo divididos em atendimento prioritário (quatro guichês), atendimento convencional (cinco guichês) e atendimento da demanda do paciente (um guichê).

“Além disso o sistema fornece uma diversidade de informações gerenciais com relatórios, estatísticas e gráficos avançados sobre os atendimentos. É possível obter o tempo médio de atendimento por atendente, por período e por unidade, entre outras que auxiliam na gerência e administração das unidades de atendimento”, explica Josete Baratto, chefe do Setor de Regulação e Avaliação em Saúde.

Alguns relatórios podem ser gerados em tempo real, diariamente ou no final do mês. Por meio deles o hospital poderá realizar comparativos já no segundo semestre. Terá condições de identificar e exibir graficamente os totais de atendimentos por fila, bem como os horários de maior fluxo de pacientes.

Este sistema foi implantado pela equipe do Setor de Gestão de Processos e Tecnologia da Informação (SGPTI) do HUSM, que personalizou o programa e a estrutura dos guichês de atendimento. Também foi a SGPTI que conseguiu monitores, computadores, impressora de senha e foi a responsável pela capacitação dos servidores.

“O sistema permite que o Serviço de Regulação monitore e acompanhe o fluxo de atendimento em tempo real, redirecionando os atendimentos conforme necessidade. Também permite uma diversidade de informações sobre o andamento dos serviços prestados”, afirma Emerson Mortari, chefe do SGPTI.

O HUSM reestruturou a sala de espera do paciente, colocando algumas cadeiras.  Para ampliar o número de assentos disponíveis e para que o espaço se torne ainda mais confortável, o hospital irá providenciar a retirada dos caixas eletrônicos, hoje instalados no local.

Fonte: Ebserh

Casino siteleri

- Kalebet -
Holiganbet
- Meritroyalbet giriş - mersin escort - www.mersindugun.com - Trbet giriş - goldenbahis.pro -

Betcup

-
grandbetting.biz
-
mobilbahis.pro
-

casinovale.club